Realizações

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

2016

 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Cine Cultura (Brasília - DF), dia 16 de janeiro de 2016.


Nesta primeira edição levada ao Cine Cultura em Brasília, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze

 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Circuito de Cinema SALADEARTE, no Museu Geológico (Salvador - BA), dia 16 de janeiro de 2016.


Nesta primeira edição levada ao SALADEARTE em Salvador, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Antonioni e o movimento invisível
- Fellini e a proliferação das imagens

- Curso Livre "A TELA QUE PENSA:  Filosofia, Cinema e Excesso"

Cine Joia (Copacabana, Rio de Janeiro - RJ), dias 11, 18, 25 de janeiro e 1 de fevereiro de 2016.

O cinema tem o poder de exprimir o que não cabe na linguagem ou em estados de coisas, de nos fazer experimentar outras durações e tocar na vitalidade do mundo para além dos nossos interesses habituais. Eis a face invisível da imagem, apreendida mais do que percebida, que dá ao todo do filme seu sentido e seu encantamento. Exploraremos obras de David Lean, Ettore Scola, Herzog, Tarkovski, Visconti e Michael Cacoyannis, as quais ganham seu valor e conquistam estéticas singulares justamente por resistir à mera descrição de fatos, conectando o cinema à inatualidade da vida.

- AULA 1- O fato e o acontecimento (em David Lean e Ettore Scola) 
- AULA 2- Personagens anômalos desencadeando devires (em Luchino Visconti e Michael Cacoyannis)
- AULA 3- O cinema como escultor do tempo (em Andrei Tarkovski)
- AULA 4 -A vida inorgânica das coisas (em Werner Herzog)

 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Cinema Reserva Cultural (São Paulo - SP), dia 30 de janeiro de 2016.


Para aqueles que perderam as edições anteriores ou que querem rever os temas passados da série de cursos 'A Tela que Pensa', Filosofia & Arte leva para São Paulo uma seleção especial com um cineasta de cada módulo. Serão explorados temas como a tragédia, o delírio e a sensação a partir de Lars von Triers, Fellini e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Lars Von Triers e a tragédia
- Fellini e a proliferação das imagens
 

 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Cinemateca de Curitiba (Curitiba - PR), dia 12 de março de 2016.

Nesta primeira edição levada à Cinemateca de Curitiba, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Antonioni e o movimento invisível
- Fellini e a proliferação das imagens

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte" 

Guion Cinemas (Porto Alegre - RS), dia 19 de março de 2016.

Nesta primeira edição levada ao GUION CENTER CINEMAS em Porto Alegre, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze.

 

- Curso livre "FILOSOFIA E ARTE: A URGÊNCIA DE UM NOVO CORPO"

Livraria da Travessa, no auditório do Leblon (Rio de Janeiro - RJ), em março de 2016.

Para resistir aos hábitos, à baixeza, às previsibilidades orgânicas, sociais ou pessoais, há um exercício de potencialização da existência: o encontro com as artes e a filosofia. O êxtase experimentado por conceitos ou sensações pede a construção de um novo corpo, pelo qual é possível alcançar outros aspectos da vida, do pensamento e da natureza, a saber, o que eles guardam de potencialidades infinitas. O curso apresentará diversas expressões artísticas (música, escultura, pintura, etc) para se compor com os temas filosóficos.

TÓPICOS:

AULA 1 (21/03, segunda-feira, às 16h)
A vida estética:
o corpo para além do organismo

AULA 2 (28/03, segunda-feira, às 16h)
Arte e universo:
para além e aquém do homem

- Curso Livre  "ENCANTOS: FILOSOFIA, LITERATURA E MÚSICA"

 Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Sala Mário Tavares), dias 5, 12, 19, 26 de abril de 2016.

Aproveitando os 400 anos da morte de Miguel de Cervantes e a temporada de Ópera do Theatro Municipal, que apresentará o Dom Quixote de Jules MASSENET, o Filosofia & Arte promoverá uma viagem no universo literário pelas mãos da Filosofia e da Música com os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira. Baseado em Nietzsche e Deleuze, o curso explorará a potência do falso, indo de Cervantes a Shakespeare, passando por Jorge Luis Borges e Victor Giudice.

AULA 1: A Literatura e a fabulação da Terra
AULA 2: Cervantes e Quixote: quem é mesmo o autor de quem?
AULA 3: Dom Quixote e a potência do falso: de Borges a Giudice
AULA 4: Shakespeare e a vida do palco

Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Excesso"

Cinema Reserva Cultural (São Paulo - SP), dia 30 de abril de 2016.

Os grandes filmes são paisagens que nos fazem transbordar os nossos próprios olhos. Resistem ao que vemos e ao que podemos descrever, alcançando o que há de incomunicável e desconhecido na vida e no pensamento. Explorando essa potência do cinema, o curso frequentará territórios excessivos, tais como as obras de Visconti, Herzog e Ettore Scola, que se compõem especialmente com conceitos filosóficos de Nietzsche, Bergson e Deleuze. Apresentaremos os conceitos 'acontecimento', 'devir', 'intempestivo' desses pensadores, aliando-os a trechos de filmes, pinturas e músicas. 

MINICURSO "FILOSOFIA E ARTE: A URGÊNCIA DE UM NOVO CORPO"

Teatro Aliança Francesa (São Paulo - SP), dia 7 de maio de 2016.

Para resistir aos hábitos, à baixeza, às previsibilidades orgânicas, sociais ou pessoais, há um exercício de potencialização da existência: o encontro com as artes e a filosofia. O êxtase experimentado por conceitos ou sensações pede a construção de um novo corpo, pelo qual é possível alcançar outros aspectos da vida, do pensamento e da natureza, a saber, o que eles guardam de potencialidades infinitas. O minicurso apresentará diversas expressões artísticas (música, escultura, pintura, etc) para se compor com os temas filosóficos.

Um convite a todos que querem se aventurar no universo filosófico pelas mãos de Nietzsche, Bergson e Deleuze.

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Excesso"

CineCultura (Brasília - DF), dia 14 de maio de 2016.

Os grandes filmes são paisagens que nos fazem transbordar os nossos próprios olhos. Resistem ao que vemos e ao que podemos descrever, alcançando o que há de incomunicável e desconhecido na vida e no pensamento. Explorando essa potência do cinema, o curso frequentará territórios excessivos, tais como as obras de Visconti, Herzog e Ettore Scola, que se compõem especialmente com conceitos filosóficos de Nietzsche, Bergson e Deleuze. Apresentaremos os conceitos 'acontecimento', 'devir', 'intempestivo' desses pensadores, aliando-os a trechos de filmes, pinturas e músicas. 
 

Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Circuito Estação NET de Cinema (Botafogo, Rio de Janeiro - RJ), dia 21 de maio de 2016.

Para aqueles que perderam as edições anteriores ou que querem rever os temas passados da série de cursos 'A Tela que Pensa', Filosofia & Arte preparou uma seleção especial com três cineastas. Serão explorados temas como o tempo, o caos, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas, além de certificados.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e Cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Antonioni e o movimento invisível
- Fellini e a proliferação das imagens
 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Ressonâncias - "RACHAR OU MORRER: Filosofia e Jazz"

Teatro Solar Botafogo (Rio de Janeiro - RJ), dia 24 de maio de 2016.

Como provocar rachaduras nos hábitos que nos condenam apenas a sobreviver? Improvisar é o princípio do jazz, do pensamento e da natureza, porque a vida mais intensa jorra fora das veias e é preciso abrir-se para conquistá-la. Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira, farão breves intervenções filosóficas, fazendo ressonâncias com a música e os contos de F. Scott Fitzgerald. A banda será formanda por grandes nomes: Paulo Russo (contrabaixo), Tomás Improta (piano), Marcelo Martins (sax), Aleska Russo (violoncelo) e Victor Bertrami (bateria). Passaremos por clássicos do jazz, na companhia de John Coltrane, Miles Davis, Freddie Hubbard etc. Nessa noite, todas as barreiras entre sensações musicais, poéticas e filosóficas serão dissolvidas em nome da vida que canta. 

- Curso livre "EM CONTOS: Filosofia, Mitologia e Música"

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Sala Mário Tavares), dias 5, 12, 19 e 26 de julho de 2016.

A matéria-prima do pensamento é feita ora de notas, ora de ideias, ora de tinta ou mármore, ora de fabulações. Mas seu produto é sempre a exploração intensiva da vida, seu princípio é sempre um impulso criador. O curso visa passar por grandes questões do pensamento filosófico, como a beleza, o infinito, o ideal, a liberdade e o destino do homem por meio de histórias da mitologia grega que, por sua vez, evocam peças musicais. Desse modo, ao mesmo tempo em que o público embarca em mitos, introduz-se e se aprofunda em conceitos da filosofia, desenvolve-se nele o interesse pela música erudita que revive esses grandes temas através de seus próprios meios, recriando-os. O objetivo do curso não é apenas passar um conteúdo, mas, sobretudo, agir como estimulante do pensamento ou formador de sensibilidade artística.  Inspirado em Nietzsche, Deleuze, Jean-Pierre Vernant.

Aula 1) O canto inumano de Orfeu
Aula 2) As desventuras de Apolo
Aula 3) Os amores de Ariadne
Aula 4) A traição de Prometeu

- Minicurso "Em contos: Filosofia, Mitologia e Arte" 

Teatro Aliança Francesa - Rua Gen. Jardim, 182 - São Paulo

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Ressonâncias - "Filosofia, Mitologia e Música: Deuses Humanos, Homens Divinos"

Livraria Arlequim (Centro, Rio de Janeiro - RJ), dia 31 de julho de 2016.

Uma tarde inebriante de pensamento, em que a fala é musical e a música evoca a filosofia e a mitologia. Cruzando expressões poéticas, musicais e filosóficas, dissolveremos nossas mais claras certezas para apreender a vida como ficção. Navegaremos no universo da antiguidade grega, para o qual mortais e imortais se misturam para dar gosto à existência. A experiência do sagrado entre eles se vincula à imersão intensiva na vida, seja no meio de gestos cotidianos ou por atos heróicos.

O show contará com os grandes músicos Tomás Improta (piano e direção musical) e Fernando Trocado (sax e flauta), indo da música erudita ao jazz. Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira, professores do Filosofia & Arte, projeto que tem promovido eventos desse tipo em teatros, cinemas e casas de jazz no Rio de Janeiro e em São Paulo, assinam o roteiro e farão breves intervenções poético-filosóficas, explorando novas sensações.
 

- Curso livre "DIÁLOGOS COM PLATÃO: Uma introdução à Filosofia"

Museu da República (Rio de Janeiro - RJ), dias 21 e 28 de julho e 4 de agosto de 2016.

Apresentaremos a Filosofia a partir do mundo conceitual de Platão, fazendo ressonâncias com os pensadores e poetas que o precederam e, ainda, explicitando sua sobrevivência nas nossas próprias paisagens mentais. Ressaltaremos a intimidade entre pensamento e modo de vida entre os gregos antigos, o que faz da Filosofia uma prática espiritual e corporal bastante concreta.

Aula 1) Platão e os trágicos
Aula 2) Platão e a política
Aula 3) Platão e o amor

- Curso livre "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Política"

Circuito Estação NET de Cinema (Botafogo, Rio de Janeiro - RJ), nos dias 17 e 24 de setembro e 1 de outubro de 2016.

Aliados aos filósofos Hume, Nietzsche, Bergson e Deleuze, apresentaremos problemas do pensamento político, como poder, revolução e corpo, fazendo ressonâncias com grandes cineastas que o potencializam e desviam, tais como Godard, Glauber Rocha, Tarantino e Cronenberg, dentre outros. Exploraremos filmes como Alphaville, Django, O Enigma de Kaspar Hauser, Antônio das Mortes dentre outros. 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Poder"

Cinema Reserva Cultural (São Paulo - SP), dia 29 de outubro de 2016.

 

Da expressão cinematográfica brotam novos modos de vida, sendo cada filme um possível, uma pequena revolução silenciosa. Efeitos estéticos se desdobram em gestos éticos e, por esse caminho, até mesmo a política pode ser restituída ao seu caráter de pensamento, saindo do estrito espaço de considerações atuais para problematizar o próprio homem, a construção de seu corpo e sua liberdade, enfim, sua relação com a vida em geral e sua situação no universo. A política como um meio para atingir 'a grande saúde', o que o eleva além da mediocrização e o lança em direção a um alargamento de sentidos e afirmação de possibilidades, inclusive para a prática política contemporânea.

"E aqueles que foram vistos dançando foram julgados insanos por aqueles que não podiam escutar a música." Nietzsche 

Minicurso "ABECEDÁRIO: Uma Introdução à Filosofia"

 Teatro Aliança Francesa (São Paulo - SP), dia 19 de novembro de 2016.

Os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira promoverão uma conversação com o filósofo contemporâneo Gilles Deleuze, fazendo uma introdução ao seu pensamento e acompanhando as ressonâncias com outros pensadores (Nietzsche, Spinoza, etc), bem como com a arte e a ciência. 

A partir do vídeo de Gilles Deleuze gravado para a posteridade, intitulado "Abecedário", elegeremos alguns conceitos filosóficos (como ideia, poder, cultura etc), atravessando a história da filosofia. 

- Curso livre "DELEUZE E O CINEMA: A urgência de um novo corpo"

Cine Jóia (Copacabana, Rio de Janeiro - RJ), dia 21 de novembro de 2016.

Pensar o corpo a partir de sua potência expressiva, para além dos hábitos orgânicos e determinações morais, é um problema fundamental da filosofia de Deleuze. O encontro com o cinema suscita questões sobre o movimento e o tempo, pelas quais exploramos aspectos desconhecidos da vida, do pensamento e da natureza. A partir do mergulho nas imagens cinematográficas, o curso desenvolverá o que o corpo pode guardar de potencialidades infinitas - da ética à estética. Um convite para todos que desejam se aventurar na filosofia e na arte com os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira.

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

 Cinema do CIC (Florianópolis - SC), dia 3 de dezembro de 2016.

 

 

2015

 

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia e Cinema" (duas turmas)

Cine Jóia de Copacabana (Rio de Janeiro, RJ), em janeiro de 2015.

Turma 1  - Turma 2

 

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia e Cinema" 

Reserva Cultural (São Paulo - SP), em março de 2015.

O curso tornará sensível o pensamento que está inscrito na arte cinematográfica, passando pelos problemas mais fundamentais da filosofia que, por sua vez, respondem a necessidades vitais. Os alunos entrarão em contato com a obra de 4 dos maiores cineastas de todos os tempos (Visconti, Wim Wenders, Antonioni, Won Kar Wai), bem como serão introduzidos a conceitos de grandes filósofos (Platão, Nietzsche, Bergson, Deleuze).

Aula 1 - O Movimento - Antonioni 
Aula 2 - O Tempo - Visconti
Aula 3 - O Caos - Win Wenders
Aula 4 - A Sensação - Wong Kar Wai
 

 

-Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "MEDEIA: FILOSOFIA E TRAGÉDIA"

Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (Rio de Janeiro, RJ): , no dia 30 de março de 2014.

Amor, ódio, êxtase: correntes que nos atravessam e nos abandonam. Quando nos deparamos com nossos próprios limites demasiado humanos, o que fazer para vencer ou vingar o destino? 

Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira assinam o roteiro e desenvolverão o problema filosófico. Ainda, contarão com a insólita voz da grande soprano Gabriela Geluda e o talentoso Pablo de Sá no violoncelo. A iluminação e o cenário serão dos cineastas Xabier Monreal. e Fernanda Vogas (que já participou de projetos de Lars von Trier e Paco de Lucía).
 

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e tragédia"

Cine Jóia de Copacabana (Rio de Janeiro, RJ), em abril de 2015.

O curso desenvolverá o conceito de tragédia, explorando sua expressão cinematográfica, que mantém elementos essenciais do teatro grego antigo, bem como impõe novas ordens de problemas estéticos. Os alunos entrarão em contato com a obra de 4 dos maiores cineastas de todos os tempos (Bergman, Polanski, Lars Von Trier e Woody Allen), bem como serão introduzidos a conceitos de grandes filósofos (Aristóteles, Nietzsche, Bergson, Deleuze).

TÓPICOS:
- Lars von Trier e o inumano
- Bergman e a máscara
- Woody Allen e o trágico
- Polanski e o destino
 

- Curso livre "Abecedário: introdução à Filosofia"

Museu da República (Catete, Rio de Janeiro, RJ), em maio de 2015.

Os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira promoverão uma conversação com filósofo contemporâneo Gilles Deleuze, fazendo uma introdução ao seu pensamento e acompanhando as ressonâncias com outros pensadores (Nietzsche, Spinoza, etc), bem como com a arte e a ciência. 
A partir do vídeo gravado para a posteridade de Gilles Deleuze, intitulado Abecedário, elegeremos alguns conceitos filosóficos (como, ideia, poder, cultura, etc) para desenvolvê-los em cada aula, atravessando a história da filosofia. 
 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "A NOITE DAS CORDAS: DOS FIOS QUE SEGUIMOS ÀS LINHAS QUE NOS ARRASTAM"

Teatro da Aliança Francesa (São Paulo - SP): , no dia 19 de maio de 2014.

Ora o entendimento nos prevê caminhos e, anestesiados, atravessamos nossa existência, ora somos nós que somos atravessados pela espontaneidade da vida. Daí, os fios que antes nos prendiam a um dado destino se convertem em cordas musicais, produzindo eternos desvios.

Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira desenvolverão o problema filosófico e contarão com as cordas: do maior contrabaixista do Brasil, Paulo Russo, da talentosa Aleska Henriques no cello e do grande Tomás Improta no piano. E, ainda, com a poderosa voz da cantora Folakemi. A iluminação e o cenário será da cineasta Fernanda Vogas (que já participou de projetos de Lars von Trier e Paco de Lucía).

 

-Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Tragédia"

Reserva Cultural (São Paulo - SP), em maio de 2015.

O curso desenvolverá o conceito de tragédia, explorando sua expressão cinematográfica, que mantém elementos essenciais do teatro grego antigo, bem como impõe novas ordens de problemas estéticos. Os alunos entrarão em contato com a obra de 4 dos maiores cineastas de todos os tempos (Bergman, Polanski, Lars Von Trier e Woody Allen), bem como serão introduzidos a conceitos de grandes filósofos (Aristóteles, Nietzsche, Bergson, Deleuze).

TÓPICOS:
- Lars von Trier e o inumano (aula 1)
- Bergman e a máscara (aula 2)
- Woody Allen e o trágico (aula 3)
- Polanski e o destino (aula 4)
 

- Evento cultural/espetáculo: "Ressonâncias: Filosofia, Cinema e Música"

TribOz - Centro Cultural Brasil-Austrália (Lapa, Rio de Janeiro - RJ), no dia 28 de maio de 2015.

ma noite embriagante de pensamento, em que a fala é musical e a música evoca a filosofia e o cinema.
Os professores do projeto Filosofia & Arte, Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira, farão breves intervenções filosóficas, fazendo ressonâncias com a música e provocando visões cinematográficas. A banda será formanda por grandes nomes: Tomás Improta (piano), Fernando Trocado (sax), Ronaldo Diamante (contrabaixo) e Sérgio Jaburu (bateria). Músicas do cinema de Fellini, de David Lynch e de Woody Allen, por exemplo, serão combinadas com correntes de pensamento e outros clássicos do jazz e da música popular brasileira. Nessa noite, todas as barreiras entre sensações musicais, poéticas e filosóficas serão dissolvidas em nome da vida que canta. 

 

- Curso livre "Abecedário: introdução à Filosofia"

Museu da República (Catete, Rio de Janeiro, RJ), em junho de 2015.

Os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira promoverão uma conversação com filósofo contemporâneo Gilles Deleuze, fazendo uma introdução ao seu pensamento e acompanhando as ressonâncias com outros pensadores (Nietzsche, Spinoza, etc), bem como com a arte e a ciência. 
A partir do vídeo gravado para a posteridade de Gilles Deleuze, intitulado Abecedário, elegeremos alguns conceitos filosóficos (como, ideia, poder, cultura, etc) para desenvolvê-los em cada aula, atravessando a história da filosofia. 
 

 

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Delírio"

Cine Jóia (Copacabana, Rio de Janeiro, RJ), em julho de 2015.

Delirar é quebrar as formas mentais, sociais, naturais, cronológicas, conectar fluxos de vida, rompendo com as lógicas fechadas em si mesmas. É saber errar de forma inocente (pela alma, pela Terra, pelo tempo), colocando as próprias noções de 'verdade' e de 'eu' em risco. Aliando-se ao filósofo Gilles Deleuze, o curso explorará o caráter delirante da inocência em Fellini, do instinto em Buñuel e do sonho em David Lynch. 

 

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Delírio"

Cinema Reserva Cultural (São Paulo - SP), em setembro de 2015.

Delirar é quebrar as formas mentais, sociais, naturais, cronológicas, conectar fluxos de vida, rompendo com as lógicas fechadas em si mesmas. É saber errar de forma inocente (pela alma, pela Terra, pelo tempo), colocando as próprias noções de 'verdade' e de 'eu' em risco. Aliando-se ao filósofo Gilles Deleuze, o curso explorará o caráter delirante da inocência em Fellini, do instinto em Buñuel e do sonho em David Lynch. 

TÓPICOS:
- Fellini e a inocência
- Buñuel e o instinto
- David Lynch e o sonho

 

- Evento cultural/espetáculo: sessão do Ressonâncias - “Névoa: Filosofia, Literatura e Música"

Livraria Arlequim (Centro, Rio de Janeiro - RJ), no dia 3 de outubro de 2015.

Uma tarde inebriante de pensamento, em que a fala é musical e a música evoca a filosofia e a literatura. Cruzando expressões poéticas, musicais e filosóficas, dissolveremos nossas mais claras certezas para apreender a vida como ficção. Navegaremos em um universo fluido e enevoado, visitando contos e novelas de Borges, Unamuno, Graciliano Ramos, em que o criador é também uma obra... A NÉVOA é o que nos força a ver e pensar.

O show contará com os grandes músicos Tomás Improta (piano), Ronaldo Diamante (contrabaixo), Arthur Dutra (vibrafone) e Christian Gazzetta (bandoneon), indo do tango ao jazz. Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira são professores do Filosofia & Arte, um projeto que tem promovido eventos desse tipo em teatros, cinemas e casas de jazz no Rio de Janeiro e em São Paulo. Eles farão breves intervenções poético-filosóficas, explorando novas sensações.
 

- Curso livre "Filosofia e Arte: As potências criadoras do pensamento"

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (Sala Mário Tavares), em outubro de 2015.

Por entre mascaradas e sonhos de eternidade, a Filosofia foi fabricando seus conceitos a fim de dar conta disso que nos inquieta, nos alegra, nos aterroriza, nos extasia, nos lança para fora de nós mesmos ou, ainda, em que nos reencontramos: o jorro da vida. Este curso visa mostrar como um sistema de conceitos ou uma série de idéias é capaz de formar um mundo, de reinventar o homem e sua história, seus afetos, seus problemas. Da invenção do teatro à liberdade das imagens cinematográficas, percorreremos as potências criadoras do pensamento.

AULAS:
- 13/10 - O homem, o universo, o infinito : uma aventura em três atos
- 20/10 - Entre o tempo e a eternidade : a verdade dramatizada
- 27/10 - Natureza: do roteiro ao improviso
- 03/11 - Mascaradas: As expressões do pensamento

 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Ressonâncias - “Névoa: Filosofia, Literatura e Música"

TribOz - Centro Cultural Brasil-Austrália (Lapa, Rio de Janeiro - RJ), no dia 22 de outubro de 2015.

Uma noite inebriante de pensamento, em que a fala é musical e a música evoca a filosofia e a literatura. Cruzando expressões poéticas, musicais e filosóficas, dissolveremos nossas mais claras certezas para apreender a vida como ficção. Navegaremos em um universo fluido e enevoado, visitando contos e novelas de Borges, Unamuno, Graciliano Ramos, em que o criador é também uma obra... A NÉVOA é o que nos força a ver e pensar.

O show contará com os grandes músicos Tomás Improta (piano), Ronaldo Diamante (contrabaixo), Arthur Dutra (vibrafone) e Christian Gazzetta (bandoneon), indo de Piazzolla a Chico Buarque . Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira são professores do Filosofia & Arte, um projeto que tem promovido eventos desse tipo em teatros, cinemas e casas de jazz no Rio de Janeiro e em São Paulo. Eles farão breves intervenções poético-filosóficas, explorando novas sensações.

 

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia e Cinema"

Gran Marquise Hotel (Fortaleza - CE), no dia 5 de novembro de 2015.

Nesta primeira edição levada a Fortaleza, serão explorados temas como a tragédia, o delírio e a sensação a partir de Lars Von Trier, Fellini e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O mini-curso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas.

 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas -  "ROBINSON CRUSOÉ OU A ILHA DESERTA"

Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (Centro, Rio de Janeiro, RJ), no dia 9 de novembro de 2015.

uma terra desconhecida, inabitada, não há nada que nos exija a linguagem, a educação, nada que reconheça nossa pose e espelhe nossa humanidade. Logo, percebemos que a nossa pretensa natureza humana não passa de um hábito... e prestes a desvanescer. Todo homem é um Crusoé, perdido na ilha deserta que é seu corpo, seu espírito. Que esforços devemos empreender para povoá-la... Para povoarmos? O que queremos que se passe?

Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira assinam o roteiro e desenvolverão o problema filosófico. Teremos a presença de Paulo Russo, um dos maiores contrabaixistas do mundo, também assinando a direção musical. Ainda, contemos com Aleska Russo no violoncello, Emile Saubole na percussão e Idriss Boudrioua no sopro. Carla de Paula e Luan Limoeiro (bailarinos da Escola Oficial de Dança do Theatro Municipal. A iluminação e o cenário serão dos cineastas Xabier Monreal. e Fernanda Vogas (que já participou de projetos de Lars von Trier e Paco de Lucía).

 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão  do Laboratório de Experimentações Filosóficas "ALICE EM FESTA: PENSAMENTO E INVOLUÇÃO". Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (Centro, Rio de Janeiro, RJ): , no dia 7 de dezembro de 2015.

Alice desliza pelas entranhas da terra e, enquanto cai, vira tudo pelo avesso. Alice é um vírus que infesta, nos dobra e nos torce, em suma, nos faz involuir. Seria ela o codinome do pensamento? Não há lições em suas aventuras, apenas cortes, sustos, risos e transmutações corporais... É lá que a potência criadora da vida sobe à superfície e apresenta sua face inumana. A terra translúcida: eis Alice em festa.
Este Laboratório é uma homenagem ao grande pianista Tomás Improta, que está lançando seu novo CD "A Volta de Alice".

Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira assinam o roteiro e desenvolverão o problema filosófico. Teremos a presença de Tomás Improta no piano, também assinando a direção musical. Ainda, contaremos com Ronaldo Diamante no contrabaixo, Christian Gazzetta no bandoneon, a nossa convidada internacional, a cantora e atriz alemã Nina Ernst e o artista ciercense e bailarino contemporâneo Ciro Ítalo. A iluminação e o cenário serão dos cineastas Xabier Monreal. e Fernanda Vogas (que já participou de projetos de Lars von Trier e Paco de Lucía).

 

- Evento cultural/espetáculo: Participação no show de lançamento do CD do pianista Tomás Improta - “A Volta de Alice” Teatro SESI (Centro, Rio de Janeiro, RJ), dia 9 de dezembro de 2015.

Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira foram convidados para compor a atmosfera do lançamento do CD do pianista Tomás Improta:"A volta de Alice". Poetizaram sobre as músicas do show realizado no Teatro Sesi, dia 9 de dezembro de 2015, com a presença de grandes músicos: Marcelo Martins (sax), Diogo Gomes (trompete), Carlos Pontual (contrabaixo), Renato Massa (bateria), Pacato (percussão) e, claro, Tomás Improta no piano.

- Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte" 

Cine Jóia (Jacarepaguá, Rio de Janeiro - RJ), dia 13 de dezembro de 2015.

Nesta primeira edição levada ao Cine Joia de Jacarepaguá, baseada no primeiro módulo realizado em Copacabana, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O mini-curso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Antonioni e o movimento invisível
- Fellini e a proliferação das imagens

2017

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 




 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Curso livre "O que é a Filosofia: Deleuze e a Criação de Mundos"

Museu da República (Catete - Rio de Janeiro), dias 24 e 31 de maio e 7 e 14 de junho

 

Um homem abre uma sombrinha para escapar das tempestades, erige um abrigo frágil. Curvo, ensaia um sorriso sem vida diante da aparente segurança conquistada. Pestaneja, olha para baixo. Há uma poça d'água onde seu próprio rosto é refletido: coroação máxima da segurança. Afasta-se do caos e contempla o mais conhecido: sua própria imagem. Entretanto, mais atento, percebe que a imagem refletida não é fiel a seus traços. É tomado por um enorme pavor, pois seu rosto se revela um portal para o mais distante, para o próprio desconhecido. Nada mais aterrorizante do que se descobrir como a morada de um outro, dissonante, pronto para zombar, rir e hostilizar sua busca pela segurança. A Filosofia, assim como a poesia, como mostra Manuel Bandeira, serve para manchar a roupa limpa do sujeito satisfeito de si, serve para criar outros possíveis, onde não reconheceremos sequer os nossos próprios rostos... 

Arte, criação, estilo, personagens conceituais, devir: o curso é um convite para se aventurar no pensamento do filósofo Gilles Deleuze com Luame Cerqueira, cofundador do projeto Filosofia e Arte.

- Curso livre "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Ficção Científica"

Estação NET Rio, dias 6, 13 e 20 de maio de 2017.

Explorando os limites e as interferências entre o natural e o artificial, a ficção científica trouxe para o cinema e para a literatura outros modos de pensamento e outras relações entre o homem, a natureza e a tecnologia. De Kubrick a Wong Kar-Wai, passando por outros cineastas como Tarkovsky e Cronenberg, bem como pelos escritores Isaac Asimov e Bioy Casares, o curso é um convite para mostrar que o extraordinário está mais próximo do que se imagina.

- Curso livre "EM TRANSE: Filosofia, Mitologia e Tragédia"

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (sala Mário Tavares), dias 4, 11, 18 e 25 de abril de 2017.

De Aristóteles a Nietzsche e Deleuze, o curso explorará o caráter problemático da existência e a relação do pensamento com os elementos essenciais do teatro antigo: música, deuses, máscaras, heróis, destino, natureza. A tragédia aparecerá não apenas como uma expressão do cenário social, cívico e religioso que a envolve, mas sobretudo como experimentação supra-individual, modificadora do corpo e do espírito.

- Curso livre "EM TRANSE: Filosofia, Mitologia e Tragédia"

Cinema Reserva Cultural (São Paulo - SP), dias 1 e 8 de abril de 2017.

De Aristóteles a Nietzsche e Deleuze, o curso explorará o caráter problemático da existência e a relação do pensamento com os elementos essenciais do teatro antigo: música, deuses, máscaras, heróis, destino, natureza. A tragédia aparecerá não apenas como uma expressão do cenário social, cívico e religioso que a envolve, mas sobretudo como experimentação supra-individual, modificadora do corpo e do espírito.A tragédia grega não era apenas um gênero poético, caracterizada por um desenlace desastroso: sempre foi um lugar de intensificação e problematização do pensamento. Percorrendo obras de Ésquilo, Sófocles e Eurípedes, apontaremos aspectos estéticos, míticos e metafísicos que introduzem no teatro a relação do homem com forças que o ultrapassam.

Minicurso "A TELA QUE PENSA: Filosofia, Cinema e Arte"

Cinema Reserva Cultural (Niterói - RJ), dia 28 de janeiro de 2017.

Nesta primeira edição levada ao Reserva Cultural, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística. O minicurso contará com apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição de material de apoio (por e-mail), como resumos e sugestões bibliográficas.

TÓPICOS:
- Apresentação do curso: Filosofia e cinema
- Wim Wenders e o problema do caos 
- Antonioni e o movimento invisível
- Fellini e a proliferação das imagens

1/1

- Curso livre "Filosofia e Mitologia: Deuses Mundanos, Homens Divinos"

Theatro Municipal do Rio de Janeiro (sala Mário Tavares), dias dias 8, 15 e 22 de agosto de 2017.

Navegaremos pelo universo da antiguidade grega, onde mortais e imortais se misturam para dar gosto à existência. A experiência do sagrado entre eles se vincula à imersão intensiva na vida, seja no meio de gestos cotidianos, seja por meio de atos heróicos. Da poesia de Homero aos conceitos de Nietzsche e Deleuze, que trazem a fabulação para o princípio da existência, percorreremos a Guerra de Troia e as relações entre deuses, heróis e homens. Sobretudo, evocaremos o pensamento vivo que se mascara ora de mitologia, ora de filosofia, continuamente reinventando o tempo e a vida.


AULA 1

Filosofia e Mitologia: 

As Máscaras do Pensamento


AULA 2

Deuses Mundanos: Amor à Terra


AULA 3

Homens Divinos: A Guerra de Troia

- Minicurso "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Ficção Científica"

Cine Theatro Capitólio - Porto Alegre, dia 29 de julho de 2017.

Explorando os limites e as interferências entre o natural e o artificial, a ficção científica trouxe para o cinema e para a literatura outros modos de pensamento e outras relações entre o homem, a natureza e a tecnologia.

 

De Kubrick a Wong Kar-Wai, passando por outros cineastas como Tarkovsky e Cronenberg, bem como pelos escritores Isaac Asimov e Bioy Casares, o curso é um convite para mostrar que o extraordinário está mais próximo do que se imagina.

Evento cultural/espetáculo: "Para ver a banda passar: Filosofia, Música e Coisas de Amor"

   Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (R. Sen. Dantas, 45 - Centro, Rio de Janeiro)

​O trovador, com violão rouco e à toa na vida, nem moço como sua dádiva, nem velho como a própria solidão, trouxe a pergunta definitiva, prenhe de visões: O que será, que será? O que será que resiste aos atropelos da roda-viva, às frontes alheadas, vagas, que conspira através do pileque homérico que bagunça o mundo, que faz o pensamento errar e crescer por canções vida afora? Queimem cidades, violem orgulhos e a graça da flor, cesse a liberdade - a verdade é que amores serão sempre amáveis. Nesta noite, a filosofia não terá outro destino senão o poeta e suas coisas de amor, seja você quem for, seja o que Deus quiser.

Uma Homenagem a Chico Buarque.

UMA NOITE EMBRIAGANTE DE PENSAMENTO EM QUE AS FALAS SÃO MUSICAIS E AS MÚSICAS EVOCAM A FILOSOFIA.

Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira assinam o roteiro e desenvolvem o problema filosófico. Com Tomás Improta (piano e direção musical), Marcelo Martins (sax) e Christian Gazzetta (bandoneon). Participação especial de Gabriel Ruiz. A iluminação fica por conta dos cineastas Xabier Monreal e Fernanda Vogas.

- Minicurso "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Ficção Científica"

Saladearte! (Museu Geológico da Bahia) Salvador, dia 22 de julho de 2017.

Explorando os limites e as interferências entre o natural e o artificial, a ficção científica trouxe para o cinema e para a literatura outros modos de pensamento e outras relações entre o homem, a natureza e a tecnologia. De Kubrick a Wong Kar-Wai, passando por outros cineastas como Tarkovsky e Cronenberg, bem como pelos escritores Isaac Asimov e Bioy Casares, o curso é um convite para mostrar que o extraordinário está mais próximo do que se imagina.

Chega um momento em que o homem tem de se tornar traidor, em que os espelhos não refletem mais nada, em que os ideais morrem como chama gasta e em que as sombras se multiplicam. Nesta hora, surge um imperioso desprezo por tudo que se amara até então e um vulcânico anseio de viagem se instaura. Eis a primeira irrupção de vida que prosseguirá insaciável até que, à luz do sol e fora de si, não reste no homem nada além da vontade. É então que se guarda o silêncio: cantam os espíritos livres. O curso desenvolve o conceito de vontade de potência, percorrendo corpos humanos e inumanos, explorando seus desdobramentos do cosmos à arte. Trata-se de uma apresentação ao universo de Nietzsche, que fez a Filosofia tremer ao aproximar o pensamento da Terra, devolvendo-o à mais pura imanência.

- Minicurso "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Arte"

Cine 104 - Belo Horizonte, dia 8 de julho de 2017.

Nesta primeira edição levada ao Cine 104 de BH, serão explorados temas como o tempo, o movimento e a sensação a partir de obras-primas de Fellini, Antonioni e Wim Wenders, grandes mestres do cinema mundial. Penetrando nos elementos fundamentais do procedimento de criação artística, o minicurso contará com a apresentação de trechos de filmes, pinturas e músicas, que serão compostos com a exposição filosófica dos professores, inspirada nos pensadores Nietzsche, Bergson e Deleuze. Haverá distribuição por e-mail de material de apoio, como resumos e sugestões bibliográficas e cinematográficas.

- Minicurso "A Tela que Pensa: Filosofia, Cinema e Ficção Científica"

Cinema Reserva Cultural - São Paulo, dia 10 de junho de 2017.

Explorando os limites e as interferências entre o natural e o artificial, a ficção científica trouxe para o cinema e para a literatura outros modos de pensamento e outras relações entre o homem, a natureza e a tecnologia. De Kubrick a Wong Kar-Wai, passando por outros cineastas como Tarkovsky e Cronenberg, bem como pelos escritores Isaac Asimov e Bioy Casares, o curso é um convite para mostrar que o extraordinário está mais próximo do que se imagina.

 
 
 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas -  "A NOITE DAS CORDAS: DOS FIOS QUE SEGUIMOS ÀS LINHAS QUE NOS ARRASTAM" Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (Rio de Janeiro, RJ): , no dia 22 de dezembro de 2014.

 

2014

Mostrar Mais

Ora o entendimento nos prevê caminhos e, anestesiados, atravessamos nossa existência, ora somos nós que somos atravessados pela espontaneidade da vida. Daí, os fios que antes nos prendiam a um dado destino se convertem em cordas musicais, produzindo eternos desvios.



Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira desenvolvem o problema filosófico e contam com as cordas do maior contrabaixista do Brasil, Paulo Russo, da talentosa Aleska Henriques no cello e do grande Alberto Chimelli no piano. E, ainda, com a poderosa voz da cantora Folakemi. A iluminação e o cenário serão dos cineastas Xabier Monreal  e Fernanda Vogas (que já participou de projetos de Lars von Trier e Paco de Lucía).
 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "O AMOR EM TRÊS ATOS" Teatro da Escola SESC (Rio de Janeiro, RJ) , no dia 1 de dezembro de 2014.

- Evento cultural/espetáculo: Sessão doLaboratório de Experimentações Filosóficas -  "DO OUTRO LADO DO ESPELHO: O QUE ALICE VIU E NÃO CONSEGUIU CONTAR" Cine Jóia de Copacabana (Rio de Janeiro, RJ), no dia 17 de novembro de 2014.

Filosofia & Arte foi convidado pela Escola Sesc, na Barra, para apresentar uma sessão especial  no teatro da instituição no dia 1 de dezembro de 2014. O tema  foi "O amor em 3 atos: o amor ideal, o amor amoral e o amor impessoal". Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira receberam Christian Gazetta no bandoneon, as cantoras Nina Ernst e Luísa de Carvalho e o pianista Tomás Improta. A iluminação e o cenário foram de Xabier e Fernanda Vogas. 

Mostrar Mais

O jogo do sentido começou. Não há caminho de volta para casa. Quem quiser entender os acontecimentos perderá a cabeça. Caímos para cima. Crescemos, diminuindo... Geleia na véspera e amanhã, nunca hoje. Está perdida, Alice? Corra, as cartas te perseguem! Seque seus olhos, não há tempo a perder. Você nunca acordará desse sonho.

Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira desenvolvem o problema filosófico e contam com a participação do grande saxofonista Fernando Trocado, da  bailarina Rocio Infante. Pedro Diaz cuidará da atmosfera da noite com elementos sonoros, luz e cenário! O ator Danilo Menegale completa o elenco.

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "LEMBRANÇAS DE UM FEITICEIRO: PARA ALÉM DO QUE SE VÊ" Cine Jóia de Copacabana , no dia 20 de outubro de 2014.

Porque, como diz Deleuze, "pensar é seguir a linha de fuga do voo da bruxa", é se conectar à natureza pelo o que ela tem de força metamorfoseante, é extrair do mundo o que se presta à dança e à aventura, rompendo com o que está estabelecido, ao que se adapta aos juízos morais e se presta ao reconhecimento.
 

Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira desenvolvem o problema filosófico e contam com a participação especial das ilustres cantoras Folakemi (Inglaterra) e Nina Ernst (Alemanha) e do talentoso harpista Marco Antônio Monteiro.

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "RACHAR OU MORRER: F. SCOTT FITZGERALD E O JAZZ" Teatro Eva Herz da Livraria Cultura (Rio de Janeiro, RJ): , no dia 29 de setembro de 2014.

Mostrar Mais

- Aula Magna para inaugurar a semana de Relações Internacionais na Universidade Estácio de Sá (Campus do Centro, no Rio de Janeiro, RJ) com os professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira, no dia 10 de setembro de 2014.

Como provocar rachaduras nos hábitos que nos condenam apenas a sobreviver? Improvisar é o princípio do jazz, do pensamento e da natureza, porque a vida mais intensa jorra fora das veias e é preciso abrir-se para conquistá-la. 

 

Os professores de Estética e Filosofia da Arte Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira desenvolvem o problema filosófico e contam com o show de banda de jazz formada por grandes nomes da cena carioca. Alexandre Carvalho na guitarra, Paulo Russo no contrabaixo, Fernando Trocado no sax e Roberto Rutigliano na bateria escolheram um repertorio que passeia por vários estilos e momentos diferentes da historia do jazz. Os anos 30, o bebop, o cool jazz e o latin jazz estarão representados num repertorio que inclui Bye bye Black Bird, All ar nothing at all , The man I Love e muito mais. 

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "A REVOLUÇÃO DAS IMAGENS" Cine Jóia de Copacabana - RJ: , no dia 18 de agosto de 2014.

1/1

Há uma revolução que sempre escapa a história das revoluções; é a mais urgente, embora seja imperceptível; é inexplicável, se bem que plena de sentidos.
 

Com projeção de imagens cinematográficas e pinturas, reprodução de músicas, poesia, performances e exposição do problema filosófico pelos professores Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira.

- Evento cultural/espetáculo: Sessão do Laboratório de Experimentações Filosóficas - "O FALSO: A MAIS INOCENTE DAS VERDADES"  Cine Jóia de Copacabana (Rio de Janeiro, RJ): no dia 4 de agosto de 2014.

Porque atras de uma m

ascara, ha sempre

outra mascara...

 

COM CHRISTIAN GAZZETTA NO BANDONEON, PROJEÇÃO DE PINTURAS, DE IMAGENS DE DELÍRIOS DA NATUREZA, POESIA, CONTOS E EXPOSIÇÃO DO PROBLEMA PELOS PROFESSORES LUAME CERQUEIRA E ANA BEATRIZ ANTUNES.

1/2

- Workshop   - "O problema do Eu ou Como tornar-se o que se é", ministrado na ocasião do V Encontro dos Amigos de Colinas por Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira na cidade de Colinas - Maranhão, no mês de julho de 2014.

- Palestra "As potências do corpo - da vontade orgânica à vontade espiritual"

 Restaurante Spazziano, no Spa Maria Bonita em Ipanema, no dia 20 de fevereiro de 2014, ministrada por Ana Beatriz Antunes e Luame Cerqueira.

- Cursos livres de curta e média duração no Habitat Carioca, na Glória (Rio de Janeiro, RJ), com aulas de caráter introdutório e também grupos de aprofundamento em determinados problemas filosóficos, tais como:

 - Introdução à Filosofia

 

- Conversações entre Nietzsche, Bergson e Deleuze

 - Ressonâncias: Filosofia e Literatura

- Ressonâncias: Filosofia e Cinema

 - Bergson e a pintura

 

- Como construir para si um corpo sem órgãos.

  • Facebook
  • YouTube
  • Instagram
  • Twitter

© 2019 por Filosofia & Arte Produções Culturais